O início de tarde ficou marcado com um sol bem radiante e amigável sobre a beira-rio do Taboão. Ao longo do mesmo pode-se ver a extensão de toalhas, bóias e barcos insufláveis e uma alegria geral de todos os courenses. Último dia de picar o ponto naquele que é um dos festivais de verão mais hip do país. Após uma passagem, como banda da Music Sessions do dia, os portugueses Time for T atuaram num local secreto na vila de Paredes de Coura e, às 17h45, abriram o palco Vodafone FM. 

 

Seguiu-se Alice Phoebe Lou e, ainda que doente, ofereceu-nos uma atuação carinhosa e bem animada, sendo que conseguiu ter casa praticamente cheia no palco secundário. Super simpática e comunicativa com os que a foram ver, despede-se com um “stick around today, you’re in for a treat”, mencionando a grandiosidade do cartaz do dia de hoje. 

 

Antes de Alice terminar, vêem-se as luzes do palco principal a iluminar o centro e a artista Mitski surge, num passo quase que coreografado, em direcção ao microfone. Contrariamente à que a precedeu, a cantora nipónica mostrou-se pouco comunicativa, porém, não deixou de seduzir os que a vêem. Repleto de encenação, as pegadas no chão marcam os seus passos e a sua coreografia à volta da simples mesa que se mantêm no centro do palco, permitindo-nos entender a intensidade com que criou as suas canções. Estranho para alguns que não conhecem a artista, mas envolvente para os seguidores. Despede-se com um aceno ameno e diz “stick around, it’s Patti Smith next”.

 

FOTO 1 - FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 dia 17

FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 – dia 17
© Hugo Lima | hugolima.com

 

Do outro lado, ouvem-se umas melodias envolventes e uma sonoridade electrónica neo-cruise. Quem serão? Sensible Soccers é a resposta certa. Já queridos pela grande parte que os espera, apresentam um espetáculo em crescendo. Mesmo sem voz no seu repertório principalmente instrumental, a comunicação do grupo é inabalável. Começam slow e aos poucos aumentam a faísca. A dança é inevitável e, como bom parceiro, o público deixa o grupo liderar os passos seguintes. 

 

 “Hello everybody, it’s so nice to be back!” – chega assim a lendária Patti Smith e a sua banda. Nota-se que é o grande cabeça cartaz do dia e que, à semelhança do dia dos New Order, fez com que muitas famílias se deslocassem ao festival para assistir ao seu espetáculo. Sempre de espírito aberto para quem a ouve, Smith trouxe-nos lições sob a forma de música. “All we need is unity, not nationalism and all that. Unity!” Por entre outras, a máxima clássica de “Freedom, Peace & Love”, característica da época em que a cantora teve o seu auge artístico, esteve sempre presente. Envolvida na sua excentricidade, os tributos a Hendrix, Rolling Stones e Lou Reed ecoaram pelas colinas do anfiteatro natural do Taboão, levando o público ao delírio. Termina assim a artista, cuja experiência de vida inveja qualquer fã de arte, deixando o público em transe emocional.

 

FOTO 2 - FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 dia 17

FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 – dia 17
© Hugo Lima | hugolima.com

 

Pelo palco Vodafone FM, Kamal Williams inicia o seu espetáculo com apresentações dos vários membros do seu grupo, e um “Good evening everybody!”, ditando então um belo serão. Numa mistura de jazz de improviso e música eletrónica, o público que os preferiu, dança e balança ao som dos vários instrumentos em palco. Um pouco em colisão em certas alturas, o som experimental fascina quem os escuta. O grupo termina satisfeito e com a nota de “you have the amazing Freddie Gibbs next, do see”.

 

FOTO 3 - FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 dia 17

FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 – dia 17
© Hugo Lima | hugolima.com

 

Como uma antítese ao concerto da grandiosa Smith, segue-se o duo americano Freddie Gibbs & the MadLib, pronto para rebentar com o anfiteatro de Coura. “Freddie! Freddie!” ouve-se logo de início pela legião de fãs mais ferrenhos, levando a que toda a plateia repita. “If you wanna get with me say: f*ck police” pede Gibbs à plateia, obedencendo de braços no ar. Variando entre hip-hop e R&B, o produtor e parceiro MadLib vai ajudando na união de Gibbs com o público. Numa repetição de “What’s his name?”, “FREDDIE!”, o duo garantiu que ninguém ficasse parado ou aborrecido até o próximo nome em palco. De copos de vinho na mão, abraçados, despedem-se satisfeitos, deixando uma sensação de curta duração para o esperado pelo grupo.

 

FOTO 4 - FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 dia 17

FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 – dia 17
© Hugo Lima | hugolima.com

 

Por fim, e a fechar este quarto e último dia do Vodafone Paredes de Coura, chega a banda de culto da pop britânica dos anos 90: Suede. Talvez pela hora tardia ou pela variedade do cartaz que se alinhou, a energia frenética de Brett Anderson não esteve em sintonia com a da maioria do público que o via. Os mais apaixonados e ainda em reminiscência da sua época gloriosa, cantam em plenos pulmões quando Anderson lhes aponta o microfone; os restantes, abanam a cabeça e batem palmas quando mandados ou no final das canções. A energia e a perfeição técnica esteve sempre presente no concerto dos londrinos, sendo que, faltou talvez o conhecimento do público perante o que assistiam.

 

FOTO 5 - FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 dia 17

FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 – dia 17
© Hugo Lima | hugolima.com

 

Coura não é Coura sem um pouco de chuva e foi assim, durante os concertos do palco do after, que caem as primeiras gotas a abençoar mais uma edição daquele que é considerado o habitat natural da música, em Portugal. Vodafone Paredes de Coura regressa de 19 a 22 de agosto de 2020, para a sua 28ª edição.

Adicionado por

Helena Soares

PARTILHAR

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *