Após as ameaças da semana anterior, o sol abriu as portas para mais uma edição do Vodafone Paredes de Coura. Uma novidade deste ano foi o convite feito ao Yoga Project, da professora Joana Dias, para uma atividade de relaxe para os mais madrugadores, a decorrer todos os dias às 11h00 pela zona fluvial do Taboão. Terminados os alongamentos matinais, o início da tarde ficou marcado por uma Tertúlia Ambiental, tema que tem vindo a ter um maior impacto nos costumes da nossa sociedade, assim como na conduta do próprio festival, que adota todos os anos medidas cada vez mais eco-friendly.

 

FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 - DIA 1

FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 – DIA 1
© Hugo Lima | hugolima.com

Às 15h00 iniciam as primeiras atuações do palco Jazz na Relva: os Mazarin, um duo português fundado em 2016, de uma fusão de jazz, neo-soul e hip hop; e os Plastic People, grupo de rock alcobacense, cuja inspiração advém das dualidades da vida como o amor/ódio e a luxúria/decadência.

 

Por volta das 18h00, já se veem algumas pessoas a preencher a zona “das grades” e assim que o relógio marca as 18h30, soltam-se os primeiros acordes das guitarras dos Bed Legs. A energia característica do stoner-rock, da banda originária de Braga, marcou um bom início do primeiro final de tarde, em Coura.

 

BED LEGS @ FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 – DIA 1
© Hugo Lima | hugolima.com

A golden hour desce, entrelaçando-se com o arvoredo do Taboão e com ela vem a doce voz de Julia Jacklin. Num ambiente recheado de emoções fortes, o concerto de Julia foi como um abraço melancólico entre amigos. “I was hoping less than three thousand people watching, not this” diz a cantora, enquanto se maravilha com público que a foi ver.

 

Boogarins estrearam-se no festival, trazendo o seu alinhamento animado com o qual nos habituaram noutros palcos. O quarteto brasileiro de Lucifernandis pintaram o ambiente de indie-rock psicadélico, sem vacilar na boa disposição e contacto com o público.

 

Avancemos para o final da noite, e recuemos para o estilo marcante dos anos 60/70. Como seriam os Beach Boys em versão millennial? Seriam os Parcels. Incrédulos com a extensão do público “all the way ‘till the back”, o concerto ficou marcado por uma energia constante e contagiante, cheia de groove e boa disposição. E deixo bem claro o seguinte: Parcels só de nome porque a sua entrega em palco foi por inteiro. Deixaram Coura com um sorriso de orelha a orelha, de missão cumprida e (quase) a chorar por mais. Ficou uma certa resistência no público fiel que ansiava a chegada do grupo seguinte.

 

PARCELS @ FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 – DIA 1
© Hugo Lima | hugolima.com

Abre-se caminho para os grandes cabeças de cartaz do dia, os mais-que-reconhecidos The National, e a sua explosiva e serena presença em palco. À semelhança do que têm feito nos restantes festivais de verão europeus, a banda americana presenteou-nos com uma setlist de aproximadamente 1h30 de concerto, tamanho suficiente para satisfazer aqueles que ainda não tinham oportunidade de os ver ao vivo. E, como já é costume dos mesmos, não desiludiram um minuto que fosse. Ao longo do concerto, Matt Berninger trouxe-nos pequenas histórias contadas pelo seu humor sarcástico, como que um couvert para a melancolia das canções que se seguiam. Fez uma pequena referência à força da lua cheia, e de como “beautiful things happen when there’s a full moon, so please enjoy it with us”. E assim, num inspirar bem forte, termina o concerto que levou o anfiteatro natural de Coura a encher.

 

THE NATIONAL @ FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 – DIA 1
© Hugo Lima | hugolima.com

Os mais resistentes seguiram para o palco secundário, onde os KOKOKO! inauguraram o primeiro after oficial do festival. Trouxeram energia “primitiva” e crua de que são característicos, sendo que não houve pé que se cansasse do som do grupo revolucionário do Congo. Seguiu-se então o set do DJ Nuno Lopes que já é “parte da mobília” do festival, sendo que o dia acabou, pelas 05h00 da manhã, com o eletrónico mishmash, muito conhecido e adorado.

 

NUNO LOPES @ FESTIVAL VODAFONE PAREDES DE COURA 2019 – DIA 1
© Hugo Lima | hugolima.com



Adicionado por

Helena Soares

PARTILHAR

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *