CIFRA

Intro: F#m C#7 Fm

F#m                  C#7
Aquela casa fechada
não tem vasos na entrada
                                    F#m
nem se vê luz de uma vela
F#m                 Bm
Aquela casa fechada
                                  C#7
não tem vasos na entrada
                                     F#m
nem se vê luz de uma vela
Bm                                 F#m
dizem que a casa está morta
                                       C#7
já ninguém lhe bate à porta
                                 F#m
nem se assoma na janela

F#m                        C#7
Às vezes passam rapazes
para mostrar que são capazes
                              F#m
jogam pedras ao telhado
Bm                              F#m
esse lar que ninguém quer
                                    C#7
já foi de homem e mulher
                                F#m
antes de ser condenado

F#m                   C#7
Aquela casa fechada
onde o sol tinha a morada
                           F#m
e entrava sem bater
Bm                        F#m
já foi estimada por ti
                                            C#7
noutros tempos que eu vivi
                                 F#m
e não consigo esquecer

F#m                          C#7
No dia em que tu partiste
a casa ficou tão triste
                               F#m
desde aí que não a vejo
F#m                          Bm
No dia em que tu partiste
                          C#7
a casa ficou tão triste
                               F#m
desde aí que não a vejo
Bm                           F#m
fechei a porta da escada
                              C#7
fiz uma cruz na entrada
                                    F#m
e mandei a chave ao Tejo.
Bm                          F#m
fechei a porta da escada
                                B7
fiz uma cruz na entrada
C#7                             F#m     C#7   F#m
e mandei a chave ao Tejo.

Adicionado por

Rui Alves

PARTILHAR

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUBLICIDADE

VIDEO