CIFRA

                          A G A
Ai a minha vida
                          A G A
Ai a minha vida

Introdução

e------------------------------
B------------------------------
G-------------2-2--------------
D-------0-2-4-----4-2-0--------
A---0-0-----------------0-0----
E------------------------------

A
Embora falar da arte
Da arte de sobreviver
Daquela que se descobre
Quando não há que comer
Há os que roubam ao banco
Os que não pagam por prazer
Os que pedem emprestado
                                   D    A
E os que fazem render

A
Este dia a dia é duro
É duro de se levar
É de casa pró trabalho
E do trabalho pró lar
Leva assim uma vida
Na boínha sem pensar
Mas há-de chegar o dia
                                      D     A
Em que tens de me pagar
           D
Ai é o dia
                  A
De S. Receber

E                       A
Dia de S. Receber
E                      A
Dia de S. Receber

Já não chega o que nos
Tiram à hora de pagar
É difícil comer solas
Estufadas ao jantar
De histórias mal contadas
Anda meio mundo a viver
Enquanto o outro meio
Fica à espera de receber

Ai é o dia de S. Receber
Dia de S. Receber

Ai a minha vida
Ai a minha vida

É assim esta diálise
Entre o deve e o haver
Sei que para o patrão custa
Enfrentar este dever
O dinheiro para mim não conta
Eu trabalho por prazer
Mas o dia que eu mais gosto
É o dia de S. Receber

Adicionado por

Rui Alves

PARTILHAR

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUBLICIDADE

VIDEO