B
Tu
             E                                      B
Devias ter algo aqui para brindar
          E
Comigo
B
Pôr
              E                                           B
Aquele som e uma velinha a inspirar
           E
Quentinho

       C#/Ab
Mas tu
Tu gaguejas, tu hesitas
Tu bloqueias, tremelicas
                                                         G
Tu p’ra isto não tens jeitinho nenhum

B
Tu
              E                                           B
Podias vir sentar-te aqui neste sofá
            E
Mais perto
B
Pôr
                 E                                           B
Um dedo junto à minha pele, incendiar
      E
O resto

         C#/Ab
Mas tu
Tu engasgas, tu suspiras
Tu tropeças e transpiras
                                                          G
Tu p’ra isto não tens jeitinho nenhum

Refrão

           B                                      E
E sou eu quem te atira para trás
                                          B
Quem a tua cama desfaz
                                                                            E
E muito embora queiras ter tudo no seu lugar
                                        B
Eu não vim para arrumar

Desculpa lá despentear-te um bocadinho
Amarrotar-te a camisa engomada
Se não for eu a espalhar as brasas todas
Tu não mexes uma palha

B
Tu
                  E                                         B
Tu, “ah e tal”, ai amanhã vais acordar
         E
Tão cedo
B
E
               E                                               B
O que será que o prédio todo vai pensar
            E
Se eu gemo

        C#/Ab
Pois tu
Tu vacilas, tu receias
Tu refilas e esperneias
                                                          G
Tu p’ra isto não tens jeitinho nenhum

B
Tu
             E                                            B
Agora tens uma razão p’ra me culpar
      E
Eu sei
           B
Mas quem
                    E                                          B
É que vai dar lençóis da cama p’ra lavar
      E
À mãe?

   C#/Ab
E tu
Tu explodes, enfureces
Mas bocejas e adormeces
                                                          G
Tu p’ra isto não tens jeitinho nenhum

Refrão

           B                                      E
E sou eu quem te atira para trás
                                          B
Quem a tua cama desfaz
                                                                            E
E muito embora queiras ter tudo no seu lugar
                                        B
Eu não vim para arrumar

                                                               E
Desculpa lá despentear-te um bocadinho
                                                   B
Amarrotar-te a camisa engomada
                                                             E
Se não for eu a espalhar as brasas todas
                                   B
Tu não mexes uma palha

Refrão

           B                                      E
E sou eu quem te atira para trás
                                          B
Quem a tua cama desfaz
                                                                            E
E muito embora queiras ter tudo no seu lugar
                                        B
Eu não vim para arrumar

           B                                      E
E sou eu quem te atira para trás
                                          B
Quem a tua cama desfaz
                                                                            E
E muito embora queiras ter tudo no seu lugar
                                        B
Eu não vim para arrumar

(E sou eu quem te atira para trás
Quem a tua cama desfaz
E muito embora queiras ter tudo no seu lugar
Eu não vim para arrumar)

 

Adicionado por

Rui Alves

PARTILHAR

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUBLICIDADE

VIDEO