CIFRA

Gm                                          Bb F
Pé ante pé na noite fechada
Gm                                                          Bb F
Para deixar presa a hiena esfomeada
Gm                                                        Bb F
Dos olhos escapa um brilho cruel
Gm                                            Bb F
Matar a fome é o seu papel

Gm                                                                D#  Cm
O comboio de chibos avança com o trigo
Gm                                                                            D# Cm
E trazendo armas prontas fixas no seu tejadilho

         Gm                                           D# Cm
Uma cor de sangue o sol derrama
                  Gm
Enquanto Nasce
                  D#
Enquanto Nasce o horror
          F                     Bb F Gm
Na terra Africana

Gm                                                       Bb F
Num fechar e olhos cercam a aldeia
Gm                                             Bb F
Todos à caça na sua alcateia
Gm                                                             Bb F
As gentes fogem ainda estremunhadas
Gm                                          Bb F
Rapidamente são apanhadas

Gm                                           
Não há quem lhes escape
                                     D#  Cm
Não há quem resista
            Gm
São os Senhores da Guerra
                                 D# Cm
Essa raça maldita
Gm                                                    D# Cm
Procuram prazer num jogo mortal
                Gm
Ficamos sem saber
                D#                            F
Quem é o homem, quem é o animal

Refrão

Gm
Quem é quem
           D#                     Bb   F
Nesta selva sangrenta
Gm
Quem é quem
          D#                Bb F              
Neste dia violento
Gm                   D#
Quem é quem
      Bb                                     F
Deixando um rasto com um toque de dor
Gm                   D#
Quem é quem
       Bb                                     F
Por aqui passaram os filhos do ditador

 

Gm                                                         D# Cm
Uns sem pai de uma mãe esfomeada
Gm                                                                 D# Cm
A lei do mais forte é lhes sempre aplicada
Gm                                                              D# Cm
As malas foram as suas primeiras letras
Gm                                                     D# Cm
As facas do mato as suas canetas
Gm 
Com elas escrevem uma história de terror
D# Cm
Com brasas, cobre e gritos de dor

Gm
Quem é quem
Pergunta a hiena
D#
Fervendo o sangue
    F
A correr nesta arena

Refrão

Gm
Quem é quem
           D#
Nesta selva sangrenta
  Bb                  F
E a milícia de sangue sedenta
Gm
Quem é quem
            D#
Neste dia violento
     Bb                                     F
Mulheres e crianças são o seu movimento
Gm                   D#
Quem é quem
     Bb                                       F
Deixando um rasto com um toque de dor
Gm                   D#
Quem é quem
            F                                  Bb
Por aqui passaram os filhos do ditador

Gm                    D#  Bb  F
Quem é quem
Gm                    D#  Bb  F
Quem é quem

Adicionado por

Rui Alves

PARTILHAR

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUBLICIDADE

VIDEO